História do transporte público em SP: O metrô que nunca veio

01jul13

covas-e-o-metrô

Quando foi reeleito, em 1998, Mario Covas apresentou seu projeto de governo. Entre outras medidas, ele propunha ampliar radicalmente a rede de metrô da cidade de São Paulo, que passaria de 47,8km para 138km. Uma ampliação de 87km. Além da conclusão da linha 4, amarela, prometida para 2002, ainda hoje em finais de 2013, ainda não concluída; o trecho da linha 5, que conectaria a seção construída ao resto do sistema metroviário, também nunca foi entregue. Apesar de parte do sistema de trem ter melhorado, a ideia de metrificação ainda parece muito distante. São Paulo tem hoje 74,2km de metrô. Para cumprir a promessa de 1998 ainda faltam 60,6km. Desde 1995, uma eleição antes, o metrô aumentou sua rede na velocidade de 1,9km/ano, algo muito baixo se comparado com outras médias pelo mundo, em cidades similares a São Paulo (ver artigo). Será que não deu tempo de construir novas linhas? Ou será que não precisou?

Fonte da imagem: acervo jornal O Estado de S. Paulo, 1 de Novembro de 1998.

Gabriel Kogan, 30/06/2013

Anúncios


No Responses Yet to “História do transporte público em SP: O metrô que nunca veio”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: