Archive for the ‘arquitetura do território’ Category

29.mai.2000 “Eu preparei um pequeno discurso. E talvez eu deva começá-lo com uma anedota. Pode ser uma anedota estranha, mas vir da Holanda e ter nascido em 1944 significa paradoxalmente que eu fui ignorante na questão do Judaísmo até os 21 anos. Na minha juventude, no meu país, era completamente incomum apontar as origens religiosas […]


“Um mundo em que a técnica ocupa uma posição tão decisiva como acontece atualmente, gera pessoas tecnológicas, afinadas com a técnica. Isto tem a sua racionalidade boa: em seu plano mais restrito elas serão menos influenciáveis, com as correspondentes conseqüências no plano geral. Por outro lado, na relação atual com a técnica existe algo de […]


Caros Priscyla e Paulo, Algo sobre nosso blog me deixa de alguma maneira angustiado. A imagem dispersa construída a partir dos textos que se acumulam, aparentemente fazendo um turbilhão sem sentido de referências, em um jogo pós-moderno desprezível. A visitação do site, nos chama a atenção para sua dimensão pública, construída por acaso, e da […]


Todos os lugares do mundo foram de, alguma forma, transformados, todos os espaços participam da engrenagem do mundo e foram pelo Homem modificados tecnicamente para isso. Esta constatação é fundamental para que a atividade de construção do espaço territorial seja entendida como a construção de todos os lugares. Em outras palavras, o mundo se tornou […]


73

22fev09

“Sim, mas quem nos curará do fogo surdo, do fogo sem cor que corre, ao anoitecer, pela rue de la Huchette, saindo dos portais carcomidos, dos pequenos vestíbulos, do fogo sem imagem que lambe as pedras e ataca os vãos das portas, como faremos para nos lavar da sua queimadura doce que persiste, que insiste em durar, aliada ao […]


    Como ‘boas-vindas’ para aqueles que chegam e que ainda chegarão, segue uma espécie de memorial de Lina Bo Bardi para o SESC Pompéia, ainda inédito na internet. A obra e o texto de Lina são uma lição de arquitetura que perdura ainda jovem até hoje. Mais, é um paradigma de um posicionamento ético […]


“De fato, basta que a liberdade seja dada para que o esclarecimento torne-se praticamente inevitável. Sempre haverá pensadores independentes, mesmo entre os auto-intitulados guardiães da multidão. Uma vez que tais homens livrem-se do jugo da menoridade, derramarão sobre si o espírito de uma apreciação razoável do valor humano e de seu dever de pensar por […]